quinta-feira, 8 de novembro de 2012

"Argo, Fuck Yourself"



Se há uns anos atrás me dissessem que eu ia ficar “em pulgas” por um novo trabalho do Ben Affleck, o mais certo era ouvirem da minha parte algo do tipo “rapaz, deixa as drogas”. Actualmente, reconheço que a reacção é precisamente a oposta. Ao terceiro trabalho atrás das câmaras, Affleck volta a não desiludir e apresenta-nos um filme seguro, competente e sobretudo repleto de classe, demonstrando que não são precisos grandes efeitos visuais, perseguições e tiroteios frenéticos para construir um filme repleto de momentos de tensão assinaláveis. Para tal, basta apenas um realizador que sabe aquilo que está a fazer, um argumento sólido, um primor técnico assinalável e sobretudo um forte conjunto de interpretações competentes. O resultado é um dos filmes mais interessantes do ano.

 Imagem: reprodução

4 comentários:

Vespinha disse...

Já suspeitava que queria ir ver. Agora tenho a certeza.

Limited Edition disse...

vou ver amanhã, espero que corresponda às expectativas (que são elevadas)!

tadeu disse...

domingo, no final do dia, "argo"mento contigo sobre ;)
kiss

tadeu disse...

completamente rendido.
anos 70 a render mais um belíssimo filme e a prova de que, com um bom argumento em mãos, o simples torna-se excepcional.